Há algum tempo a expressão “gratidão” vem rondando nossa rotina, seja nas redes sociais, ou decoração da sala… mas assim como outros tantos termos, muitas vezes essa expressão acaba sendo externada por obrigação, e não pela intenção…
É bonito falar, escrever, postar, mas mais bonito ainda é viver agradecido de verdade pelo que te aconteceu, quando te aconteceu…
Você não precisa ser grato a todo instante, com todas as pessoas, e nem tão pouco ficar verbalizando a todo momento isso, pois soa falso e sem sentido, até porque gratidão é algo especial, e por esse motivo deve ter a sua individualidade.
Nesse mundo cheinho de “boas intenções”, acabamos muitas vezes por nos perder dentro de conceitos e preconceitos impostos por uma sociedade cada vez mais oca e superficial… e a tal “gratidão” surge muitas vezes mais como um “enfeite” do que fomo uma verdade…
Se você é grato de verdade fale, escreva, mas também abrace, perdoe, cale, ajude, demonstre… isso sim vai fazer com que você preencha o coração da outra pessoa dos melhores sentimentos, e ela sinta realmente o quanto você é grato!
“Ahhhhh… mas eu sou grato pela vida, pelo sol, pelos passarinhos, pela minha casa…”, demonstre em atitudes, tire um tempo e aproveite sua casa, pare a sua rotina corrida para ouvir o barulho dos passarinhos, e faça sua vida valer a pena, largue de mão de discussões, disputas e rivalidades, e entenda de uma vez por todas que um conceito escrito ou falado não muda tua vida, mas viver ele sim!

Comentários

comentários

× Posso te ajudar?